Vivendo com Propósito

As pessoas fazem muitos planos para o futuro, investem com força no amanhã, sonhos, projetos e metas, como se estivessem total controle de suas vidas.

Muitas não consideram que estamos bem hoje e amanhã podemos não estar, porque, embora pareça que somos donos de nossa vida, nem sequer temos autonomia sobre o que é mais primordial: o dia que vamos partir desta terra.

Aquele que já perdeu de modo inesperado um amigo ou familiar, sabe muito bem sobre a brevidade da vida e o quanto ela pode nos surpreender. Penso que o cemitério é o lugar que mais exemplifica tudo isso, porque, muitos ali julgavam-se tão saudáveis para morrer, tão indispensáveis na sua família e no seu emprego para ausentarem-se por um único dia. Outros tinham muitas amizades com tanto vínculo que achavam que eram companheiros inseparáveis.

Quanto ilusão, não é mesmo?

A morte a todos iguala, mas a maneira como decidimos viver nos separará eternamente.

Ninguém Sabe o Dia Nem a Hora

Por isso, por que não pensar sobre quanto tempo mais viveremos neste mundo? Mais quantos verões e invernos vamos apreciar? Qual será o dia que despediremos de um ente querido e não o teremos mais por perto, pela partida dele ou nossa? Qual será o nosso último dia de vida na terra?

E há quem pense nesse tipo de assunto, e logo, decide aproveitar a vida, estou dizendo no sentido de aproveitar as diversões e prazeres ao máximo.

Mas, conforme as Escrituras Sagradas, o que faz valer o alto privilégio de viver não é fazer as nossas vontades, e sim viver para agradar ao Senhor Jesus, porque, certamente, vamos nos encontrar com Deus para prestar contas de cada dia que nos foi concedido. Vive-se bem quando se vive para a glória do Senhor.

“Portanto, quer vocês comam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa, façam para a glória de Deus.” 1 Coríntios 10:31

Vou te explicar melhor este ensinamento bíblico. Tudo que pensamos, fazemos ou desejamos ter ou ser, deve honrar a Deus. Se naquilo que é mais trivial e que fazemos com tanta frequência, como beber e comer, precisamos glorificar ao Senhor, quanto mais as outras questões de nossa vida.

Todos nos temos que ter em mente que, desde as atitudes mais insignificantes do dia a dia, até as mais importantes, tudo deve promover o bem, a boa consciência, honestidade, o caráter, a justiça… enfim, glorificar Àquele a Quem pertence a Terra e tudo que existe nela, inclusive nós.

Portanto, na Lei Divina o que vale é: se uma ação nossa, por menor que seja, não edifica, não encoraja, não abençoa os outros, logo, ela deve ser totalmente rejeitada.

Conclusão!

A vida na terra não é tudo, mas a que vem a seguir, sim. No porvir, o descanso ou sofrimento serão eternos. Se aqui, tudo é breve e passageiro, lá será permanente para sempre.

Aprendamos todos a viver com o propósito de honrar ao Senhor Jesus, porque, isso definirá a entrada num futuro que será, verdadeiramente, nosso perpetuamente.

Deus abençoe a todos!

Você Foi Abençoado(a) Com Essa Palavra? Deixe Seu Comentários!


Por Núbia Siqueira / Foto: Pixabay
Fonte: https://www.universal.org

Deixe seu comentário:
>